27 de agosto de 2016

Diário de bordo da Bienal: 27/08

Segundo dia de Bienal e primeiro final de semana.
Em comparação a ontem, percebi mudança desde o momento de pegar o ônibus gratuito na estação Tietê, porque tinha uma fila para entrar. O evento estava muito mais cheio, mal dava para se movimentar e as filas para os sanitários femininos estavam enormes.

Cheguei com a Marcia Lopes, do Mundo Literário, por volta de 13h30. Como já tínhamos a credencial, praticamente entramos direto. Fomos ao estande da Amazon, no qual estava acontecendo um bate-papo com autoras como Bianca Sousa e Catia Mourão. Depois fui encontrar a Nina, do Psicose da Nina e passei o resto do dia com ela, com a Raíssa, do O Outro Lado da Raposa, a Ana, do Entre Chocolates e Músicas e a Izabel, do Hear the Bells. Fomos participar de um evento organizado pela editora Rocco, que promoveu um bate-papo para os fãs de Harry Potter. Todos presentes ganharam uma eco-bag, um pôster e um marcador do novo livro da J.K. Rowling. Ainda foram sorteados um livro ilustrado e um box da série.
Após esse evento fomos ao estande M069, da Ler Editorial, onde encontramos as autoras Clara Savelli, Aimee Oliveira e Larissa Siriani. Conversamos e por volta das 19h saimos de lá.


26 de agosto de 2016

Diário de bordo da Bienal: 26/08

Hoje foi o primeiro dia da Bienal Internacional do Livro de São Paulo e o meu primeiro no evento também. Pretendo ir nos dias 27, 29, 31, 03 e 04.


Na estação Portuguesa-Tietê peguei um ônibus gratuito disponibilizado pela Bienal e foi muito rápido. Acredito que em menos de dez minutos já estava no local do evento. Fui acompanhada da blogueira Márcia Lopes, do blog Mundo Literando. Tivemos um pouco de dificuldade para nos situarmos no momento de retirar nossas credenciais, mas depois que entendemos onde deveríamos ir, foi super rápido.

Adentramos por volta de 12h40. Demos uma olhada geral em todo o espaço e primeiro nos detemos no estande M69, da Ler Editorial, onde encontramos a Aimee Oliveira e a Clara Savelli. Depois tiramos um montão de fotos do que achávamos interessante nos estandes. As minhas fotos estão publicadas em um álbum na página do blog, caso você tenha interesse em ver, clique aqui.

Aimee Oliveira e Clara Savelli
Às 16h assisti a um bate-papo com youtuber literária, Tatiana Feltrin, promovido pela rede Sesc. O local contava com disponibilidade de 60 lugares que foram todos ocupados. No final, abriu para perguntas e eu, apesar do nervosismo e da tremedeira na hora de falar ao microfone, fiz uma pergunta para a Tati e ela me respondeu de uma forma muito amável, como respondeu aos outros também. Foi a primeira vez que a encontrei pessoalmente e pude comprovar que ela é mesmo um amor de pessoa. Tudo fluiu muito naturalmente.

Tatiana Feltrin
Foi muito legal encontrar as pessoas que só tinha contato virtualmente, como por exemplo a Mayara Tashiro, que é de Manaus e a escritora Larissa Siriani, que está lançando seu primeiro livro, "Amor Plus Size". Além disso, conheci pessoas novas, como por exemplo, a Jéssica, que também estava na fila para tirar foto com o Harry Potter e enquanto aguardavámos nossa vez, fomos conversando um pouco.

Depois disso, fiquei passeando com meu amigo e também blogueiro, Tiago Valente, até que resolvemos vir embora, por volta das 19h.

Tiago e Marcia
Acredito que por hoje ser sexta-feira, dia de semana, o movimento não estava tão intenso. Dava para caminhar e se movimentar tranquilamente por todo o espaço, o que eu já duvido que vá acontecer amanhã, que é sábado.

Quanto aos preços, achei variados. Há editoras que estão dando 20% de desconto em todos os livros, outras que estão dando 50% de desconto. O negócio é pesquisar onde está o menor preço.
Há também muitos autores nacionais bons, autografando seus livros e na maioria das vezes, o livro vem com algum brinde. É importante valorizarmos nossos autores.

25 de agosto de 2016

#EncontreoMagoBranco na Bienal do Livro de São Paulo


Lucinei Campos é um autor carioca que tem encantado e conquistado leitores de todas as idades e de todo o sudeste brasileiro.

Publicou seu primeiro livro, Lavínia e a Árvore dos Tempos, de forma independente em 2014, e seu segundo livro, Lavínia e a Magia Proibida, foi publicado em 2015 na Bienal do Livro do Rio de Janeiro. Seguindo a tradição de um livro por ano, seus leitores aguardam ansiosamente por seu próximo livro ainda em 2016.

Nos eventos em que está presente, é muito comum encontrá-lo vestido de mago, fantasia  que alude a um personagem de seu livro. Dentre toda a carisma e graça, a fantasia é um dos principais atrativos.

Se você vai para a Bienal do Livro de São Paulo esse ano, poderá encontrar esse mago adorável a partir do dia 29/08, no estande M69, da Ler Editorial. Suas sessões oficiais serão nos dias 02/09 (sexta), às 14h e 03/09 (sábado), às 16h.
Podem aparecer para tirar fotos e bater um papo, boas risadas são garantidas.
Na compra de qualquer livro do autor, além de marcadores, você também poderá levar para casa uma varinha temática ou uma caneta de pena.


Nas fotos e postagens, usem a hastag #EncontreioMagoBranco e vamos espalhar a magia nessa Bienal!

24 de agosto de 2016

Precisava de você- Pedro Guerra


Este é um livro narrado em primeira pessoa por Lola Tavares. O livro é uma espécie de diário em que Lola relembra seu relacionamento com Gabriel Vegas. Ela o escreveu como uma forma de "exorcizar" Gabriel de dentro de si. Então sabemos desde a sinopse que o relacionamento deles não deu certo, mas não sabemos o motivo, que é o que vamos descobrindo aos poucos ao longo da narrativa.

22 de agosto de 2016

Leo Vieira: Como adaptar livro para peça de teatro

Você já pensou em transformar o seu livro ou mesmo o de um amigo, ou outro livro preferido em peça de teatro? Muitas histórias podem ser adaptadas da forma que for, dependendo de sua criatividade.
Antes de tudo, todo livro tem uma forma de contar história. O filme, o gibi, a novela, o desenho animado, a poesia, a canção, etc. Todos eles são ferramentas para apresentar uma história.
O primeiro passo é após você ler e compreender bem a história do livro. A partir daí você vai resumir em tópicos para poder construir o roteiro.
O foco de um roteiro de teatro são os diálogos. Como tudo está concentrado em um palco, com poucas opções para troca de cenários, muitas das cenas visuais terão que ser contadas pelos personagens.
Noções de teatro também ajudam muito. Existem marcações, posturas, dicção, interpretação, entre outras disciplinas. Dominando tudo isso, você terá mais clareza para o que quer passar para o seu elenco e público.
Iluminação e sonoplastia são coisas essenciais, assim como toda a equipe que atua nos bastidores. Saiba operar essas responsabilidades, porque nunca se sabe quando pode ocorrer uma emergência.
Pode parecer bobagem, mas muitos profissionais também aprendem maquiagem e figurino (e até mesmo costura). Isso porque um profissional precisa compreender a linguagem que ele quer passar para o profissional adjunto ao projeto.
Quando tudo estiver estabelecido, com prazos, tabelas e valores; saiba como negociar diretamente com o teatro da escola. Não dependa dos outros e nunca faça nada com a espera de "vamos ver no que dá". Isso porque eventuais prejuízos podem aparecer e quem irá arcar com tudo?! A responsabilidade acaba sobrando nas mãos do produtor.

Calcule sempre de acordo com as suas possibilidades. Não pense alto.
Leo Vieira

Acompanhe a campanha de incentivo à leitura "Leia + Livros", do Leo Terário.


® Leo Vieira- Direitos Reservados 

18 de agosto de 2016

A distância entre nós- Thrity Umrigar


Este livro é ambientado em Bombaim, na Índia e dentre outras coisas, retrata as diferenças sociais que sabemos haver no país, intensificadas pela divisão de castas.